• Bruna Chieco

INSS estende convênio com a Petros devido à pandemia

O INSS decidiu prorrogar o convênio para pagamento de seus segurados pela Petros devido à pandemia do novo coronavírus (COVID-19). O acordo terminaria em junho, mas a Petros informou que seus benefícios continuarão sendo pagos pelo convênio até que suas agências retomem o atendimento presencial. Os convênios da entidade são específicos com as patrocinadoras Petrobras e BR Distribuidora. Assim, o repasse dos recursos necessários para antecipar o pagamento do valor relativo ao benefício do INSS nos dias 10 e 25 de cada mês é feito para a fundação.  "Esses convênios são necessários para que haja essas antecipações, pois o INSS só repassa os recursos para a Petros no 5º dia útil do mês subsequente", disse a Petros em comunicado. A BR Distribuidora já comunicou que manterá, no dia 10 de cada mês, o adiantamento de 40% dos benefícios Petros e INSS e no dia 25, os 60% restantes do INSS a seus ex-empregados que integram o PPSP-R e o PPSP-NR. A Abrapp continua negociando com o INSS para manter o acordo com as entidades que possuem esse convênio. O Diretor Presidente da Abrapp, Luís Ricardo Martins, participou de reunião com o Presidente do INSS, Leonardo Rolim, no dia 12 de maio, por videoconferência, para discutir propostas para a manutenção dos convênio. Também foi discutido o acordo de cooperação para acesso de informações do SISOBI - Sistema Informatizado de Controle de Óbitos. Estiveram presentes ao encontro o Superintendente Geral da Abrapp, Devanir Silva e o Procurador Geral da Procuradoria Federal Especializada junto ao INSS, Virgílio Antônio de Oliveira Filho (ex-Previc), além de profissionais das áreas técnicas da Associação e do Instituto. Leia mais.

0 visualização

Receba nossas atualizações

Sugestões de matérias e/ou dúvidas:

abrappatende@abrapp.org.br

Nos acompanhe

  • Branca Ícone Instagram
  • Branca Ícone LinkedIn
  • Ícone do Facebook Branco

© 2020 por Grupo Abrapp